CURSO 07.01) 

PROJETAR NOVAS COMUNIDADES PRODUTIVAS

RESUMO
O curso está destinado a descrever as principais atividades para constituir, organizar, construir e manter em funcionamento uma COMUNIDADE AUTO-SUFICIENTE.

Essa alternativa surge omo uma necessidade imprescindível se quisermos nos livrar da atmosfera crescentemente tóxica das grandes cidades. Essa toxicidade não só é ambiental (contaminação do ar, ruidos incessantes, alimentos com conteúdos incontroláveis), mas também pelo contínuo extresse gerado pela falta de segurança econômica e física, além do tempo desperdiçado en translados para realizar qualquer atividade. 

Para ter uma vida mais saudável, física e espiritual, é necessário instalar um novo âmbito urbano, do qual possa ser recuperado o sentido ético da vida, e substituir o individualismo e a concorrência inclemente pela solidariedade e a cooperação comunitária.

As Comunidades Produtivas são organizações autônomas, organizadas em base a uma democracia participativa, capazes de produzir todos os elementos básicos que necessitam para a vida cotidiana e outros para o intercâmbio externo. Nesse contexto, a exclusão social, e sua consequência, a violência urbana, desaparecem.

O modelo das Comunidades Produtivas, auto-suficientes e integradas à Natureza, é uma das tradições sul-americanas milenárias, o qual outorga sólidas bases culturais. Trata-se somente de incorporar a tecnologia avançada ao tradicional âmbito comunitário sul-americano com suas milenárias tradições ecológicas.

Neste curso são apresentadas, em forma sistemática, as condições necessárias para constituir o grupo fundador, selecionar a localização de uma nova comunidade, organizar o sistema produtivo, a infra-estrutura e a construção, desenvolver um modelo democrático para tomar as decisões, e obter o conhecimento necessário para obter os recursos técnicos e econômicos necessários para instalar uma nova comunidade.

Para realizar os trabalhos práticos, os estudantes podem escolher os temas de seu interesse, vinculado a proposta com as possibilidades de seu país ou região.

O trabalho final consiste em realizar um projeto relacionado com o contexto de cada estudante.

DESCRIÇÃO DETALHADA
RESULTADO
CONDIÇÕES TÉCNICAS
APOIO
CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO
DADOS PARA INSCREVER-SE


DESCRIÇÃO DETALHADA DO CURSO
O curso é uma introdução ao conhecimento de uma Comunidade Auto-sustentavel.

Em 44 semanas – 40 aulas e 4 destinadas a provas parciais e finais – os estudantes terão acesso ao potencial econômico e produtivo de um empreendimento deste tipo, ao modelo de organização política, as condições necessárias para permtiir a sua localização e as formas de integração com o resto da sociedade e com o mundo em geral.

O curso está organizado em 8 unidades:

A unidade 1 se refere ao conceito geral de uma comunidade produtiva, com os diferentes fatores que devem ser entrelaçados para lograr a sua materialização e detalha as condições que deve reunir o modelo urbano-rural de uma nova localização e as modalidades construtivas que devem ser desenvolvidas. 

A unidade 2 está centrada nas características do sistema produtivo que debe ser instalado em uma nova comunidade, tanto na produção para o próprio consumo como na produção para o intercâmbio com o exterior de cada NCP.

A unidade 3 descreve um modelo de organização política capaz de regular as relações socials.

A unidade 4 se ocupa de detalhar um modelo de organização urbana típica para uma NCP.

A unidade 5 está detinada a detalhar o sistema de serviços e educação de uma NCP.

A unidade 6 versa sobre as condições que deve reunir o lugar de localização de uma nova comunidade e las condições que deve reunir o projeto inicial.

A unidade 7 descreve o Processo de Instalação de uma NCP, a organização do Grupo Fundador e a Épica Pioneira, necessária para pôr em marcha o processo de seleção e de capacitação de seus membros e os papéis iniciais, e os meios para obter os recursos iniciais.

A unidade 8 propõe um modelo de relacionamento econômico e legal das comunidades com o mundo exterior, que lhes permita preservar sua autonomia política e identidade cultural. Descreve as condições de crescimento das comunidades para formar parte de uma cidade produtiva sem perder a sua autonomia. 


RESULTADOS
Ao finalizar o Curso, os estudantes:

- Reconhecerão uma forma de organização social, produtiva, política, econômica e espacial diferente das existentes.
- Terão a informação necessária para constituir o seu próprio Grupo Fundador, caso desejem formar uma nova comunidade.
- Vão dispor de um vasto repertório de novas idéias que podem aplicar em suas atuais comunidades.
- Terão uma imagem geral do projeto que lhes permitirá agir com eficácia em qualqeur equipe que queira constituir um novo assentamento.
- Terão recorrido um vasto repertório de novas idéias de organização política e econômica em um contexto, do qual a “classe política” carece totalmente de propostas criativas.


CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO
A avaliação do trabalho, destinada à aprovação do curso por cada estudante, será realizada em base aos seguintes parâmetros e porcentagens:

- Compreensão conceitual: 60%
- Realização dos trabalhos práticos e adequação à realidade local: 20%.
- Participação no trabalho grupal: 20%


DADOS PARA INSCREVER-SE

CURSO: Projetar Novas Comunidades Produtivas

PRÉ-REQUISITOS
As pessoas que podem obter os maiores resultados são aquelas que aspiram transformar positivamente a a forma de vida e se sentem com a energia necessária para alcançar o objetivo. O curso é imprescindível para aqueles que procuram uma nova inserção no território da política

CRÉDITOS: 30 A (para a carreira de Desenho do Entorno)

DURAÇÃO: 40 semanas (8 unidades didáticas, 38 aulas, 2 provas parciais e exposição final)

Dia de emissão: Às quartas-feiras

PREÇO TOTAL DO CURSO: US$ 320.00 na moeda nacional

FORMA DE PAGAMENTO: pagamento à vista ou em oito prestações de US$ 40.00 

Para fazer o curso clique: INSCRIÇÃO